sábado, 7 de novembro de 2015

Fichamento do texto

Questões
Teu entendimento a partir do texto
Caracterize três marcas do que se entende por “pós-moderno”.
- Com o advento do desenvolvimento das novas tecnologias de comunicação, o conhecimento se tornou acessível para todos fazendo com que a forma como ele é produzida e divulgada se modificasse. O conceito de amizade como tínhamos anteriormente na Modernidade, onde ele se construiu e através de relações diretas com conflitos de acordo e desacordos, na pós-modernidade se modificou, tenho amigos quando incluo no meu perfil na rede e não os tenho mais no momento que excluo em meu perfil, a amizade por um toque.
 - A sociedade se tornou individualista e centrada no presente, com característica dos excessos e dos extremos e com isso as relações também mudaram, a sociedade está mais preocupada com o consumo.
- A condição humana se tornou fluida, ocorreram mudanças e essas mudanças não são estáticas e sim imprevisíveis. O espaço em que eu ocupava hoje pode não mais ser amanhã, pois o amanhã eu não sei se estarei no mesmo trabalho, ou na mesma cidade. A única coisa que ainda estou permanente é a Rede onde tenho a escolha de estar conectado ou desconectado.
O que significa pensar o tempo atual com base no binômio solidez/liquidez?
Na Modernidade as relações de trabalho eram sólidas, ou seja, tínhamos um plano de vida onde construíamos uma trajetória e agíamos para construí-la, tudo pode ser planejado.
Na Pós-Modernidade, acreditamos que entendemos tudo e assim tudo se tornou efêmero, transitório até as relações em que acreditamos em sermos completos em nós mesmos e não com o outro, pois a felicidade tem várias formas de se conseguir e não de uma única.
Explique a frase: “a mídia tem sido uma das principais produtoras das representações que compartilhamos” (p. 79). Para construir sua resposta, utilize-se do exemplo da “representação do corpo”, oferecido pela autora (p. 79-80)
Na pós-modernidade, as redes sócias se tornaram um dos meios de disseminar um determinado conteúdo, no entanto nos tempos de hoje esses compartilhamentos se tornaram superficiais, descartado. Como os meios de informação se tornaram mais rápidos, apresentando um mundo virtual mais prazeroso que o real, as pessoas se influenciam com estes êxtases, já que o dia a dia das pessoas se tornaram mais angustiantes e estressantes tendo que conviver com as dificuldades. Viver com as angustias e decepções traz sensações que não são prazerosas. No entanto no mundo virtual, meu mundo é feito de alegrias, convivo com pessoas que me são afins, convivendo com alegrias, e quanto a tristeza invade meu mundo eu somente desconecto sem trauma nenhum.
Considerando as discussões que o texto oferece, como as crianças se veem hoje implicadas numa sociedade do consumo?

Todas as questões imbricadas nessa sociedade midiática em que estamos vivendo são totalmente novas, estamos vivendo em tempo de adaptação em relação as informações rápidas e superficiais e de outro lado o acesso ao conhecimento excessivo. Como as crianças e os adolescentes são mais suscetíveis, já que são fases de formação em que o indivíduo está se moldando, tem mostrado mais nitidamente como somos influenciáveis. Mas também não podemos esquecer que essa relação mídia e consumo está também trazendo uma outra forma de desigualdade na sociedade, já que para ter contato com todo conteúdo e relações no ciberespaço necessita-se de um investimento considerável por parte do usuário.


Fonte: Momo, Mariângela. “Mídia e consumo na produção da infância pós-moderna”. REU, Sorocaba, SP, v. 36, n. 1, p. 67-87, jun. 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário