domingo, 30 de outubro de 2016

Temporalidade

Quando trabalhamos conceitos referentes a disciplina de história devemos orientar nossos alunos a perceber a sua localização no tempo, retendo, articulando e integrando suas próprias dimensões temporais. Devemos intentar para a reconstrução do passado, mas a partir das preocupações e ideias relevantes do presente e propor reflexões que nos projete ao futuro, com estas articulações acabam por abrir um diálogo para novas reinterpretações e significados para situações encontradas em ações presentes.
Estas narrativas podem ser contadas a partir de diferentes objetos que revelam a passagem do tempo, como por exemplo ferro de passar, o rádio, o telefone, os brinquedos, livros, contos, imagens, etc. Como professores devemos estar atentos e demonstrar as suas modificações dos usos, seus sentidos, quais os materiais utilizados e suas modificações para suas construções e como essas narrativas provocaram transformações no nosso cotidiana ao longo do tempo.
Sugestão para atividade: Solicitar aos alunos que peçam aos familiares objetos antigos de sua casa, tais como ferro de passar, fotos, quadros, valendo-se até mesmo de brinquedos que seus pais e avós ainda tenham. No dia marcado para trazer seus objetos iniciar a atividade fazendo várias perguntas que possam ajudar a identificar sua temporalidade. 
- Que objeto é aquele?
- Para que servia?
- Quando era usado?
- Como será que usamos?
- Quem utilizava esse objeto? E se hoje existe outro parecido?
- Do que é feito?
- É usado ainda hoje? Se não, por que será?

Nenhum comentário:

Postar um comentário