quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Trajetórias

Vivemos em uma sociedade multicultural e para isso precisar aprender/reaprender a respeitar o diferente, isso é viver em uma democracia. O nosso grande desafio como professores em primeiro lugar é despir de nossos preconceitos, só assim teremos condições de lutar contra a descriminação e o preconceito. 
Aprender a lidar com o diferente é muito importante e faz com que consigamos promover a paz em um momento tão conturbado com o qual estamos passando em nossa sociedade. 
E como podemos mudar ou contribuir com uma “Cultura de Paz”?
Para mim, demonstrando em nossas aulas como nosso país é tão grande, com uma diversidade cultural, no entanto somos tão iguais, da mesma forma como dentro da sala de aula, cada um de nós trazemos uma história de vida, nossos pais tiveram outras histórias e nossos avós, também não foram diferentes construíram suas histórias em um outro tempo e alguns em um outro lugar. No entanto, ao mesmo tempo temos que ver que como seres humanos somos tão iguais respiramos, vivemos em sociedade, convivemos uns com os outros. Aonde vemos nossas diferenças?
Nossas diferenças fazem parte de nós e ao mesmo tempo complementa um todo, são nossas marcas, é o que nos identifica como indivíduos e nos aproxima de outros que apresentam pensamentos próximos ao nosso. E são esses conhecimentos tão diversos que fazem com que nossa sociedade se transforme mas para molda-la de uma forma positiva devemos ser tolerante e aceitar pensamentos diferentes dos nossos por mais que não concordemos e assim poderemos construir uma sociedade mais justa.

Fonte: FREIRE, Paulo. Por uma pedagogia da pergunta. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

Nenhum comentário:

Postar um comentário