sexta-feira, 14 de julho de 2017

DEMOCRACIA

Na Gestão Patrimonialista temos o gestor como o detentor do poder e suas decisões são pelo seu interesse pessoal, já na Gestão Democrática tem-se como objetivo o interesse da sociedade em geral e o Estado como o detentor do poder, e para as instituições escolares que apresentam uma Gestão Democrática temos a participação da comunidade escolar nas decisões administrativa da instituição de uma forma que seja para o interessa da comunidade.
Em uma gestão democrática temos uma dinâmica constante, em que a participação coletiva de todos os segmentos da escola é imprescindíveis, tanto na participação como nas decisões respeitando as peculiaridades de cada instituição.
- Elaboração do projeto político pedagógico
- Participação nos conselhos escolares
 - Na escolha do dirigente
- Na definição da aplicação dos recursos recebidos pela escola


Temos que ver que a formação de nosso estado brasileiro na sua origem tem uma relação com a ordem oligárquica-patrimonial-burocrática, e assim vem por influenciar todo o aparato das instituições públicas, e se encontra intrínseca em todas as esferas políticas e organizativas da federação.
E a convivência entre os sujeitos pode ser de uma forma autoritária, que aí temos autoritarismo, ou pode ser de uma forma democrática. 
A Democracia então é muito mais do que simplesmente ter eleições, muito mais do que simplesmente a voz do povo, é tudo isso, mas também pode ser em essência como fundamento de princípio. 
A educação só se faz se ela for Democrática, a criança só aprende se ela quiser, primeira coisa que devemos fazer é propiciar condições para que ela queira, senão ela não irá querer aprender. Propiciar condições para que a criança queira é uma ação dialógica, democrata por isso arriscada, você não tem certeza que ela irá querer, você tem que correr o risco de ela não querer. 
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário